Ceia de Natal: Peru vivo é mais caro que o congelado

Ceia de Natal: Peru vivo é mais caro que o congelado

Muitos ainda preferem seguir a tradição ocidental de comprar o peru para ceia de Natal vivo.

Neste período natalino uma das principais preocupações é com a ceia. E o prato principal da noite é o peru de Natal. Escolher e preparar a ave não é uma tarefa simples e tudo precisa ser planejado com antecedência.

Algumas pessoas ainda preferem comprar o peru vivo ao invés do congelado. Mesmo este sendo mais barato, quem compra o animal vivo acredita que o sabor é diferenciado e a textura da carne é mais encorpada.

Custando R$ 14,28 o quilo do peru congelado, uma ave de 5 kg custa, então, R$ 72,20. Esta continua sendo a preferência de todos, devido a praticidade do congelado ainda é a preferência da maioria, pois não há a preocupação com o abate (retirada de penas e vísceras) e muitos até nem se preocupam com o tempero.

Já o preço do peru vivo varia entre R$ 150,00 e R$ 200,00 no mercado de aves próximo à Central de Abastecimento do Estado do Piauí (CEAPI). Este peru tem um peso que varia entre 7kg e 10kg, no máximo Comparando um de 10 kg vivo, com um congelado, este sai mais barato que aquele. O vivo geralmente é R$ 200,00 e o congelado de 10 kg ? R$ 142,80.

O vendedor de perus vivos, Félix Rocha do Amparo, explica que é possível comprar peruas pelo preço de R$ 70,00. Ele relata que é provável que nesta semana as vendas aumentem. ?Sempre três dias antes do Natal o movimento aumenta?, afirma.

Félix observa que comprar o peru vivo é vantajoso, pois o cliente compra uma carne fresca,. Ele acrescenta que o freguês não precisa se preocupar muito com o abate, pois no próprio mercado a ave pode ser abatida por uma taxa de R$ 7,00.

?A vantagem de comprar vivo é que você tem um produto fresco que você sabe da procedência?, afirma Félix, informando que um peru demora cerca de 02 anos pra ficar no ponto do abatimento.

Assar peru em padaria pode custar R$ 50,00

Quem não quer ter trabalho em assar o peru pode contratar os serviços de padarias que geralmente neste período disponibilizam os fornos para assar o peru.

Contudo, é preciso se programar com certa antecedência e garantir o forno, principalmente na véspera do Natal e até do réveillon, quando os fornos estão lotados de pedidos. A média de preço para assar em uma padaria é de R$ 40,00 sem preparação do tempero e com ele sai por R$ 50,00.

Gerente de uma padaria na zona Leste, Joaquim José Felipe Neto afirma que nesta época do ano é muito movimentado e alerta que quem chegar tarde corre o risco de ficar com o peru cru.

"Nós temos cinco bocas aqui na padaria. Em cada boca cabe oito perus e cada um demora mais ou menos um hora para assar. Mas na véspera do Natal é muita correria e as pessoas têm que chegar cedo porque as padarias fecham às 22 horas", explica.

Temperar o peru dá um incremento no prato e deixa a ceia mais deliciosa. É importante ficar atento a dicas saudáveis e saborosas para não aumentar as calorias deste prato considerado calórico.

O acompanhamento, que pode ser uma farofa com recheio da ave. Para não cometer exageros, vale apostar em uma farofa feita de grãos, castanhas e frutas secas, em vez de carnes e embutidos.

Molhos à base de leite, queijo e creme de leite são mais gordurosos e deixam a receita mais calórica. O ideal é usar molhos mais leves, utilizando limão, suco de frutas, palmito e ervas em geral, para deixar a ave mais leve e com menos calorias.

Fonte: Vicente de Paula