Pesquisa revela preços nos supermercados de Teresina; confira lista!

Pesquisa revela preços nos supermercados de Teresina; confira lista!

O valor da cesta básica varia de forma considerável nos supermercados da cidade.



O aumento nos preços dos alimentos tem sido um forte índice para alavancar o custo de vida da capital piauiense impulsionando a inflação para cima. Só no último mês de janeiro, de acordo com a pesquisa de Índice de Preços ao Consumidor (IPC), realizada pelo Instituto Cepro de Pesquisas Econômicas, em relação a alguns itens de alimentação houve uma alta nos preços de 0,82%.

Nos supermercados da cidade, o valor que o trabalhador compromete do seu salário para adquirir a cesta básica varia de forma considerável. Baseado nessa dificuldade que muitos consumidores têm para definir em quais estabelecimentos é mais vantajoso fazer as compras e garantir a economia, é que o Jornal Meio Norte lança um Projeto Especial.

Durante toda a semana iremos monitorar, in loco, através de uma pesquisa, os preços de cerca de 50 produtos que fazem parte do carrinho de compras do teresinense. De acordo com, José Osmando de Araújo, Diretor de Jornalismo do Sistema Meio Norte de Comunicação, a intenção é dar ferramentas para que o consumidor possa estar informado sobre onde pode encontrar produtos mais baratos e, assim, fazer o salário render mais no fim do mês.

A intenção é estimular o consumo de forma racional e consciente junto ao exercício do direito legítimo do consumidor. ?Queremos ainda com o projeto que os consumidores teresinenses também estejam cientes de onde se comete a prática de preços abusivos e que, muitas vezes, a diferença de um único centavo no preço final pode não ser vantajoso para o consumidor, do ponto de vista da qualidade dos produtos que estão sendo comercializados?, pontua.

Todas as quartas- feiras o jornal irá divulgar uma matéria resumindo os principais destaques da pesquisa realizada durante a semana e mostrar em um gráfico explicativo os preços encontrados nas gôndolas dos cinco principais supermercados pesquisados. Nesta primeira pesquisa, a rede Walmart (Hiper Bom Preço) se confirmou como o supermercado onde é mais vantajoso comprar.

Saiba mais sobre os preços

Em 2011, o preço dos alimentos em nível mundial registrou pequenas quedas, segundo a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO). O principal motivo registrado foram as quedas acentuadas nos preços internacionais de cereais, açúcar e óleos e pelas safras recordes em 2011.

Além disso, pelo fortalecimento do dólar e, de acordo com o levantamento das Nações Unidas, a maioria das commodities sofreu redução no preço. Contudo, o cenário para o ano de 2012 ainda é imprevisível, principalmente pelo panorama de incertezas sobre a economia global, a moeda e o mercado de energia.

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou seu levantamento da safra 2011/2012 de grãos indicando queda de 2,8% em relação ao volume colhido no ciclo passado (162,95 milhões de toneladas), o que pode não ser um bom indicativo para termos melhores preços nas prateleiras dos supermercados nos próximos meses.

A Cesta de Produtos Básicos, definida nos termos do Decreto-Lei nº 399, de 30 de abril de 1938, é principal elemento de avaliação do poder de compra do salário mínimo do trabalhador. Para ser adquirida por aqueles que vive exclusivamente do salário mínimo, sua compra em janeiro de 2012 comprometeu um percentual de 32,79% de seu valor absoluto.



*A matéria completa está no Jornal Meio Norte de hoje (15/2/2012)

Fonte: Marcilany Rodrigues