Piauí discute produção de energia solar durante workshop no IFPI

Piauí discute produção de energia solar durante workshop no IFPI

Essa discussão acontecerá durante o I Workshop Piauí Solar: estratégias para a expansão do uso da energia solar fotovoltaica no Piauí

Pesquisadores, junto com representantes governamentais e da iniciativa privada, discutirão a possível capacidade do Piauí na geração de energia solar fotovoltaica. O objetivo é comprovar essa capacidade e traçar estratégias para que se possa fazer uso dela, de forma a beneficiar os piauienses.

A energia solar fotovoltaica é uma forma de energia que visa a conversão da energia solar em energia elétrica através de células fotovoltaicas. As células fotovoltaicas mais comuns são feitas de silício (que possui características intermediárias entre um condutor e um isolante) que passa por um processo de dopagem para adquirir as características necessárias.

Essa discussão acontecerá durante o I Workshop Piauí Solar: estratégias para a expansão do uso da energia solar fotovoltaica no Piauí, que acontecerá no dia 10 de fevereiro às 14h no auditório do Centro Tecnológico da Universidade Federal do Piauí.

"Muito se fala sobre essa nossa capacidade de geração de energia solar, mas não podemos ficar só afirmando isso, nós precisamos traçar estratégias, saber quais os municípios viáveis para isso", disse o professor do curso de Engenharia Elétrica da UFPI e um dos organizadores do evento, Marcos Lira.

Ele afirma que essa discussão servirá para que seja exposta alguma intenção do governo do Estado e da iniciativa privada em explorar esse potencial piauiense.

O papel da universidade seria, segundo ele, auxiliar as pesquisas nessa área. "Precisamos unir forçar para explorar esse potencial do nosso Estado. Caso alguém se interesse em fazer isso, nós contribuiremos com a parte da pesquisa", afirmou.

Será discutido ainda, com a presença de um representante da Eletrobrás, a geração de energia elétrica por consumidores domésticos. A possibilidade está prevista em resolução da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), segundo a qual residências ou empresas microgeradoras - com capacidade de até 100 quilowatts (kW) - ou minigeradoras - até 1 megawatt (MW) - terão direito a compensação na conta de energia, caso repassem seu excedente à concessionária de seu Estado.

O evento, promovido pelo curso de Engenharia Elétrica da instituição e Instituto Piauí Solar (IPS), reunirá especialistas, profissionais de empresas, representantes de governos, instituições de ensino/pesquisa e a sociedade em geral.

Fonte: Pollyana Carvalho