Piauí se mantém como estado que menos desemprega no nordeste

Governo do PI realiza diversos projetos para fomentar a economia.

Uma pesquisa realizada pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) referente ao mês de junho de 2016 mostrou que o Piauí continua sendo o estado que menos desemprega no nordeste apesar do cenário negativo na economia. Com números de desligamentos muito abaixo dos outros estados o Piauí contou com os menores índices do mês.

A atualização do CAGED comprova que o estado se mantém estável apesar da desestabilidade causada pela crise econômica no país, mostrando que o problema pode se tornar oportunidades em algumas áreas.

Para que os números do Piauí sejam cada vez mais positivos a Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo (Setre) por meio do Governo do Estado, realiza diversos projetos para fomentar a economia e a empregabilidade no estado. Um dos programas é o Setre nos municípios, que qualifica pessoas que estão fora do convívio social ou desempregados, na área de construção civil e embelezamento através de quatro caminhões itinerantes que circulam todo o Piauí.

Através desse programa a secretaria também qualifica detentos nas penitenciárias, buscando recolocá-los no mercado de trabalho e dar uma nova chance de vida aos mesmos.

Para o Secretário de Estado do Trabalho e Empreendedorismo, Gessivaldo Isaías os números dos Caged dão visibilidade também aos incentivos e investimentos que o governo realiza para mudar a realidade do desemprego. "A Setre busca trabalhar todos os dias para combater o desemprego e incentivar os novos negócios e o governador Wellington Dias é nosso grande aliado nessa luta firmando apoio através do governo. Para aumentar a empregabilidade, realizamos diversas atividades incluindo cursos de qualificação gratuitos e feiras da economia solidária, assim buscamos controlar os números negativos e deixar o Piauí a frente dos outros estados do nordeste de forma positiva. Vimos agora que a pesquisa comprova que o esforço está dando resultados", ressaltou o secretário.

Em relação aos números de desemprego no mês de junho de 2016, o Piauí se manteve em menor índice geral com (0,03%) seguido pelo Maranhão com saldo positivo/negativo zerado e pelo Ceará com (-0.16%). Os números mostram que no setor de atividade econômica o estado tem se destacado dentro do país.

O Sine é outro sistema de responsabilidade da Setre que trabalha em busca de aumentar a geração de empregos no estado e oferta os serviços de encaminhamento para o mercado de trabalho, agendamento de seguro-desemprego, emissão de carteiras de trabalho, dentre outros.

A Setre trabalha ainda em prol da economia solidária e para combater o desemprego, através disso reúne diversos pequenos produtores em feirinhas realizadas mensalmente na sede da secretaria e em eventos externos. A geração de emprego e renda é o principal objetivo da Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo que elabora programas para aumentar os índices de qualificação e de empreendedorismo dentro do estado do Piauí.


Fonte: Jornal Meio Norte