PF faz operação contra ex-diretores do Panamericano

PF faz operação contra ex-diretores do Panamericano

Serão cumpridos nove mandados de busca e apreensão nesta quinta-feira.

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quinta-feira (16) uma operação contra os principais ex-diretores estatutários do banco Panamericano, em São Paulo. Não foram divulgados os nomes.

Serão cumpridos nove mandados de busca e apreensão nas residências expedidos pelo juiz da 6ª Vara Criminal Federal de São Paulo, Fausto de Sanctis, em uma nova fase das investigações, segundo informou a PF, por meio de nota.

A decisão foi tomada, segundo a Polícia Federal, após o recebimento e a análise da documentação produzida pelo Banco Central.

"Acredita-se que ainda possam ser encontrados indícios dos crimes financeiros apontados pelo BACEN, provas da autoria e, também, documentos que levem ao rastreamento da quantia bilionária supostamente desviada do banco", diz a PF, em nota.

De acordo com a Polícia Federal, os principais crimes investigados são gestão fraudulenta, indução de investidor em erro, inserção de elemento falso em demonstrativos contábeis, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e sonegação fiscal. As penas somadas podem chegar a 37 anos de cadeia.

O que aconteceu

No início de novembro, teve início o escândalo contábil do Banco Panamericano, que afetaria as operações do Grupo Silvio Santos. No dia 9 de novembro, a instituição disse que receberia um aporte de R$ 2,5 bilhões de seu principal controlador, o Grupo Silvio Santos. Os recursos foram obtidos junto ao Fundo Garantidor de Créditos (FGC), tendo os bens do grupo como garantia.

Em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários, o Panamericano informou que o objetivo do aporte era ?restabelecer o pleno equilíbrio patrimonial e ampliar a liquidez operacional da instituição, de modo a preservar o atual nível de capitalização, em virtude de terem sido constatadas inconsistências contábeis que não permitem que as demonstrações financeiras reflitam a real situação patrimonial da entidade?.

Silvio Santos terá dez anos para pagar o empréstimo, sem juros, só com correção monetária. Ele deverá começar a quitar apenas daqui a três anos.

Fonte: R7, www.r7.com