Com juros caindo, poupança pode render menos a partir de hoje

Com juros caindo, poupança pode render menos a partir de hoje

A decisão sobre a nova Selic só sai à noite, ao final de mais uma reunião do Comitê de Política Monetária.

O cálculo do rendimento da caderneta de poupança deve mudar a partir desta quarta-feira (30). Isso porque a taxa básica da economia, a Selic, deve ser cortada pelo Banco Central de 9% para 8,5% ao ano.

A decisão sobre a nova Selic só sai à noite, ao final de mais uma reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central.

Mas, de acordo com o Boletim Focus, que analisa as expectativas do mercado financeiro, a aposta é de que a taxa seja cortada em meio ponto percentual. Ao chegar a 8,5% ao ano, a Selic atingirá seu menor nível histórico.

Pelas novas regras da poupança, anunciadas pelo governo federal no começo de maio, sempre que a Selic ficar em 8,5% anuais ou menos, o rendimento dos depósitos feitos a partir de 4 de maio deste ano vai mudar. A mudança vale também para cadernetas abertas a partir desta data.

Com a Selic a 8,5%, a "nova" poupança vai render 70% da Selic, mais a TR (Taxa Referencial). Para os depósitos feitos antes de 3 de maio deste ano, nada muda. Nesse caso, o rendimento continuará sendo o antigo, de 0,5% ao mês (ou 6,17% ao ano), mais a variação da TR.

Após a queda da Selic, os bancos terão de informar o rendimento da poupança em dois blocos diferentes no extrato. Um dos blocos informará o rendimento dos depósitos feitos até 3 de maio. O outro deverá trazer o rendimento dos depósitos feitos depois de 4 de maio.

Fonte: UOL