Preço da cesta básica aumenta em janeiro

Preço da cesta básica aumenta em janeiro

Maiores altas foram observadas em Goiânia e Salvador; Porto Alegre tem cesta mais cara

A cesta básica ficou mais cara em dez das 17 cidades pesquisadas pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) em janeiro na comparação com dezembro do ano passado. A maior aceleração nos preços foi em Goiânia, Salvador e Florianópolis , segundo levantamento divulgado nesta segunda-feira (8).

A cesta básica mais cara do país continua sendo em Porto Alegre (R$ 236,55). São Paulo aparece em segundo lugar, com R$ 225,02. Em terceiro ficou Vitória (R$ 217,20), seguido por Manaus (R$ 216,53).

Os menores valores foram encontrados em Aracaju (R$ 169,13), João Pessoa (R$ 171,97) e Recife (R$ 172,29). Em Goiânia, onde a alta foi de 4,61%, a cesta vale R$ 199,71. Em Salvador, houve aumento de 1,43% nos preços e a cesta custa R$ 185,77. Em Florianópolis, a cesta é encontrada por R$ 213,23 após o aumento de 1,1%.

Em São Paulo, o consumidor conseguiu comprar um saco a mais de 1 kg de feijão - na comparação entre janeiro de 2010 com dezembro de 2009. Isso porque houve queda de 1,39% nos preços da cesta na capital. No último mês de 2009, comprar os produtos essenciais na capital paulista custava R$ 228,19 ? agora custa R$ 225,02.

A cesta básica mais barata do Brasil ? ao levar em conta as 17 cidades consideradas pela pesquisa do Dieese ? está em Aracaju, onde custa R$ 169,13. Na segunda posição está João Pessoa, onde o pacote de alimentos vale R$ 171,97. Na terceira colocação aparece Recife, com R$ 172,29. No Rio de Janeiro, a cesta básica custa R$ 213,77 para o consumidor.

O açúcar ficou mais caro em 16 das 17 capitais com destaque para João Pessoa, onde teve alta de 32,47%. O arroz aumentou em 12 cidades ? em Belo Horizonte, o preço subiu 8,5%. A carne e o pão, dois dos principais itens na cesta básica, aumentaram dez capitais. Com relação à carne, a taxa mais significativa foi observada em Goiânia (6,67%). No caso do pão, o destaque foi em Curitiba, onde os preços aumentaram 3,17%.

Relação anual

Na comparação entre janeiro deste ano com janeiro de 2009, as 17 cidades tiveram diminuição no preço da cesta. As maiores reduções foram encontradas em Belo Horizonte (11,35%) e Goiânia (9,38), e as menores em Belém (2,89%) e Recife (2,99%).

Fonte: R7, www.r7.com