Preço da cesta básica em Teresina registra ligeira queda

Com esse aumento da média mensal registrada em abril

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que calcula o custo de vida do teresinense, registrou crescimento médio de 0,58%, ao longo do mês de abril, comparativamente aos valores atribuídos aos produtos e serviços demandados pela população da capital durante o mês de março.

Com esse aumento da média mensal registrada em abril, de 0,58%, os valores da inflação de Teresina já acumulam 4,99% no ano de 2016 e 12,16% nos últimos 12 meses.

Os alimentos continuam liderando a lista de aumentos e já acumulam 18,51%, nos últimos 12 meses, ou seja, 6,3 pontos percentuais acima da média geral. Nesta mesma linha, foram determinantes para o crescimento do índice geral em abril os aumentos registrados pelos produtos constantes dos grupos "Artigos de Residência e Saúde" e "Cuidados Pessoais", que registraram crescimento médio de 1,46% e 1,33%, respectivamente.

Quanto ao custo e variação da cesta básica, o teresinense gastou, durante o mês de abril, R$ 332,95, valor ligeiramente inferior ao registrado no mês de março, que foi de 333,23.

Depois de ter registrado aumento nos três meses anteriores, a relativa deflação de abril (0,08%) deveu-se basicamente à queda no preço da carne bovina de segunda (1,95%) e na manutenção dos valores inalterados dos preços de banana, pão francês e tomate.

Fonte: Com informações do Portal do Governo