Preço da gasolina poderá chegar a R$ 3,39 no Piauí

O aumento para a gasolina é de 6% e para o diesel, de 4%

O reajuste do preço da gasolina e do diesel para as distribuidoras foi anunciado pela Petrobras na noite da terça-feira (29) e, menos de 24 horas depois, os postos já começavam a aumentar o preço dos combustíveis.

O revendedor vai ter que repassar o aumento porque não tem gordura. Até sexta, com certeza. Não vai ter como segurar. Para o dono do posto, o aumento do custo do combustível vai ser de R$ 0,17 por litro. Se o dono não quiser aumentar mais, no mínimo vai ter que repassar o custo.

Na terça-feira, a petroleira anunciou reajustes nos preços de venda da gasolina e do diesel nas refinarias a partir da 0h desta quarta. O aumento para a gasolina é de 6% e para o diesel, de 4%.

O aumento vem em um momento de crise, em que a estatal tem de lidar com uma dívida crescente, com a queda dos preços do petróleo e com denúncias de corrupção.

Embora os preços internacionais tenham caído dramaticamente, o enfraquecimento do real contra o dólar neste ano significa que os preços na bomba no Brasil permanecem baixos, segundo a agência Reuters.

O aumento deve dar maior impulso à já elevada inflação do Brasil. O reajuste deve ter impacto direto de cerca de 0,20 ponto percentual no Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) já no mês de outubro.

Apesar do elemento adicional de pressão na inflação, a avaliação dos economistas é que o indice continuará abaixo do patamar de 10% e tende a iniciar 2016 com maiores chances de retorno para patamares abaixo do teto da meta do Banco Central, de 6,5%

Fonte: Jornal Meio Norte