Preço do cigarro tem aumento médio de 24%; confira!

Preço do cigarro tem aumento médio de 24%; confira!

Para José Macedo, fumante há 33 anos, a medida do governo não será suficiente para inibir a venda de cigarros.

O consumidor de cigarros vai encontrar nos próximos dias o produto de algumas marcas mais caro. A empresa responsável pelas marcas mais famosas já informou que vai haver um aumento médio de 24% para os varejistas.

O reajuste nos preços, que atingirá diretamente o consumidor, foi uma consequência do novo modelo de cobrança do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) sobre os cigarros, alterado pelo governo e cuja alíquota sofrerá reajuste de aproximadamente 41%.

Para José Macedo, fumante há 33 anos, a medida do governo não será suficiente para inibir a venda de cigarros. Ele chega a consumir uma carteira por dia e gasta em torno de R$ 100 por mês para manter o vício. ?Todos os anos tem esse aumento. É claro que no começo a gente vai sentir no bolso, mas depois a gente se acostuma?, comenta.

A partir de maio, outra medida do governo deve contribuir para a contenção do consumo do cigarro. Trata-se do estabelecimento do preço mínimo do cigarro a R$ 3. A alteração, que deveria ter acontecido no final do ano passado, deve entrar em vigor a partir do mês que vem.

As datas subsequentes para o aumento do preço mínimo já foram estabelecidas, ficando para janeiro de 2013, quando o maço passará a custar R$ 3,50, janeiro de 2014, quando o produto alcançará R$ 4, e janeiro do ano seguinte, no qual o valor mínimo do maço com 20 cigarros deverá ser de R$ 4,50.

Fonte: Virgínia Santos