Preço do pão francês deve subir em média 5% este mês de junho

Preço do pão francês deve subir em média 5% este mês de junho

Os associados já estão adquirindo a farinha de trigo com reajustes de preços praticados pelos moinhos.

Segundo a Associação Brasileira da Indústria da Panificação e Confeitaria (Abip), o preço do pão deve subir em média 5% este mês de junho por causa da queda do dólar.

Os associados já estão adquirindo a farinha de trigo com reajustes de preços praticados pelos moinhos, o que já sinaliza o aumento posterior do produto final.

Apesar desse aumento de preços já ter se firmado em algumas panificadoras de outros estados e capitais, em Teresina esse reajuste de 5% ainda é pouco visto.

De acordo com Reinaldo Veras, proprietário de uma rede de panificadoras, nada se alterou até agora no mercado. ?O preço de nosso pão francês ainda continua R$ 7,50 o quilo. Não queremos passar nenhum aumento para nossos consumidores agora?, esclarece.

Juscelino da Costa, também gerente de panificadora, ressalta que o preço ainda não aumentou, mas que existe sim, a previsão de reajuste. O preço deve aumentar para R$ 8,50 ovalor do quilo.

Acreditamos que o aumento no valor do trigo e de todos os insumos do pão deve levar a esse aumento de preço, que por enquanto não foi registrado aqui para nossa empresa?, explica.

A possibilidade de reajuste pode gerar ainda descontentamentos por parte de uma população que consome o produto todos os dias. O presidente da Abip lembra que as padarias tem o máximo interesse em conter os preços dos pães, porque sua elevação se traduz em menor consumo do produto. ?Não queremos, obviamente, que o pão perca espaço para produtos concorrentes?, explica.

O presidente da Abip lembra ainda que o impacto da alta não será maior graças à prorrogação da isenção do PIS- Cofins, que incidia sobre produtos derivados de trigo, determinada pelo governo federal.

Fonte: Thauana Cavalcante