BR: Preço do tomate cai, e índice que reajusta aluguel fica estável em maio

Tomate ficou 14,06% mais barato para o consumidor

Usado para reajustar a maioria dos contratos imobiliários no país, o Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) ficou estável em maio, segundo dados da Fundação Getulio Vargas (FGV) divulgados nesta quarta-feira (29). Em abril, o índice ficou em 0,15% e, em maio de 2012, a variação foi de 1,02%.

O destaque ficou por conta dos preços do tomate. Depois de subir 11,69% no mês anterior, o preço do alimento caiu 14,06% para o consumidor em maio. No atacado, houve queda de 18,95% no preço do produto, depois de uma alta de 18,72% em abril.

No acumulado de 2013 até maio, a alta acumulada é de 0,99%. Em 12 meses, o IGP-M registrou alta de 6,22%.

Um dos itens que compõem o indicador, o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), considerada a inflação do atacado, com maior peso sobre o cálculo do IGP-M (de 60%), apresentou recuo de 0,30%, maior do que a queda do mês anterior, que foi de 0,12%.

Com peso menor, de 30%, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), por sua vez, desacelerou para 0,33% em maio, ante 0,60% em abril.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), que tem peso de 10%, contudo, acelerou para 1,24%, acima do resultado de abril, de 0,84%.

Fonte: G1