Preço dos produto na porta da fábrica sobe pelo terceiro mês

Trata-se do terceiro aumento mensal consecutivo, segundo o IPP (Índice de Preços ao Produtor) divulgado nesta sexta-feira (29) pelo IBGE.

Os preços dos produtos na porta da fábrica aumentaram 1,65% no Brasil em maio na comparação com abril deste ano. Trata-se do terceiro aumento mensal consecutivo, segundo o IPP (Índice de Preços ao Produtor) divulgado nesta sexta-feira (29) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Na comparação entre maio e abril deste ano, 19 das 23 atividades pesquisadas apresentaram alta nos preços ? contra as 21 registradas em abril em relação a março.

Os maiores avanços vieram dose segmentos de fumo, com alta de 6,94%;outros equipamentos de transporte (4,48%) e outros produtos químicos (3,19%); e fabricação de produtos alimentícios, com alta de 3,11%.

Seu bolso

Os preços cobrados na porta da fábrica ou diretamente pelo produtor costuma se refletir no bolso do brasileiro, já que os intermediários repassam os aumentos.

Os alimentos, por exemplo, com alta de 3,11% em maio em relação a abril, já acumula alta de 6,2% em 2012.

Por outro lado, houve quedas nos preços na porta da fábricas de vestuário e acessórios, impressão e reprodução de gravações, equipamentos de informática e produtos eletrônicos e veículos automotores.

Só em maio, os veículos automotores ficaram 0,56% mais em conta em maio em relação a abril. Vale lembrar que há influência da redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) nesse percentual.

Fonte: r7