Preços aumentam, mas disputa pelo primeiro lugar fica acirrada nos atacados

Preços aumentam, mas disputa pelo primeiro lugar fica acirrada nos atacados

A diferença entre os preços totais das cestas de produtos dos estabelecimentos foi pequena, variando entre R$ 0,43 e R$ 1,68

Seguindo a mesma linha de valores da auditoria realizada na semana passada pelo Jornal Meio Norte, os preços permaneceram equilibrados nesta semana, mas todos os atacadistas apresentaram um acréscimo no total dos 16 itens checados na auditoria.

O Carvalho Mercadão foi o estabelecimento que se apresentou como o mais vantajoso, com a soma total dos 16 produtos de R$ 48,47, com um aumento de apenas R$ 0,49 (1,02%) na cesta com os mesmos itens pesquisados no início da semana. Este atacadista praticamente manteve o desempenho do começo da semana e foi o segundo que apresentou uma menor variação, embora positiva.

O Atacadão ficou em segundo lugar no ranking nesta auditoria e apresentou a menor redução entre os estabelecimentos, garantindo um total de R$ 49,60 na cesta de produtos, R$ 0,43 mais caro que a cesta de produtos da pesquisa, uma variação de 0,87%.

O terceiro colocado, Maxxi, teve soma de R$ 49,78 ? apenas R$ 1,20 a mais que a soma dos mesmos itens na segunda-feira e terça-feira. Já o Makro foi o estabelecimento mais caro, tendo o valor total dos produtos de R$ 51,56, e aumento de R$ 1,68 (3,37%).

SUPERMERCADOS - A checagem de preços dos supermercados nesta semana indicou que o Carvalho obteve a maior redução de preços (-1,22%) e é o supermercado com os itens mais baratos para o bolso do consumidor, alcançando a soma de R$ 186,54, o que, portanto, lhe concede a primeira colocação.

Já em segundo lugar no ranking dos supermercados com os menores preços da cesta ficou o Pão de Açúcar, que obteve um total de R$ 189,84. A diferença entre este supermercado e o primeiro colocado ficou no valor de apenas R$ 3,30. O terceiro colocado nesta auditoria, o Hiper Bom Preço, alcançou uma soma no valor de R$ 190,20.

Já o último colocado na checagem de preços do Jornal Meio Norte foi o Extra, com um total de R$197,80. Portanto foi o supermercado mais caro desta pesquisa. Ele também foi o estabelecimento que atingiu a maior variação percentual de seus preços, com um índice de 9,51%. A diferença entre este supermercado e o Carvalho (primeiro colocado) ficou no valor de R$ 11,26.











Fonte: Aline Damasceno e Flávia Araújo