Preços de hortaliças e legumes sobem menos em agosto, diz FGV

Preços de hortaliças e legumes sobem menos em agosto, diz FGV

Grupo de gastos com alimentos exerceram principal influência.

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) da segunda prévia de agosto variou 0,39%, taxa 0,01 ponto percentual abaixo da taxa registrada na última apuração, de acordo com levantamento da Fundação Getulio Vargas (FGV), divulgado nesta quinta-feira (16).

Das oito classes de despesa que integram o índice, três apresentaram decréscimo, com principal destaque para o grupo alimentação (de 1,62% para 1,27%). Nesse grupo, houve desaceleração os preços de hortaliças e legumes (de 26,26% para 19,17%).

Também apresentaram decréscimo as taxas dos grupos comunicação (de 0,29% para 0,19%) e despesas diversas (de 0,42% para 0,24%), com destaque para tarifa de telefone residencial (de 0,87% para 0,61%) e tarifa postal (de 2,68% para 0,72%).

Na contramão, subiram as taxas de transportes (-de 0,48% para -0,34%), educação, leitura e recreação (de 0,40% para 0,71%), habitação (de 0,14% para 0,20%), vestuário (de -0,66% para -0,49%) e saúde e cuidados pessoais (de 0,38% para 0,46%), com destaque para automóvel usado (de-3,13% para -2,50%), excursão e tour (de 1,82% para 3,55%), tarifa de eletricidade residencial (de -0,49% para -0,36%), roupas (de -0,95% para -0,79%) e artigos de higiene e cuidado pessoal (de 0,26% para 0,66%).

Fonte: G1