Preços de remédios podem variar até 986,96%, diz Procon

De acordo com a pesquisa, na comparação entre os preços médios dos genéricos

Os preços dos medicamentos genéricos podem variar em até 986,96%, apontou uma pesquisa divulgada pelo Procon-SP nesta segunda-feira. A maior diferença foi do medicamento Diclofenaco Sódico, 50 mg, que foi encontrado com preços variando desde R$ 0,92 até R$ 10,00, com uma diferença de R$ 9,08 em valor absoluto ou 986,96%.

Já entre os medicamentos de referência, a maior variação foi de 134,90%, no Amoxil (Amoxicilina), da Glaxosmithkline. O maior preço encontrado foi de R$ 49,00 e o menor foi de R$ 20,86, diferença de R$ 28,14, apontou a pesquisa.

De acordo com a pesquisa, na comparação entre os preços médios dos genéricos com os de referência, os medicamentos genéricos são em média 57,25% mais baratos do que os de referência. Existem diversos fatores determinantes para os preços, como a a aplicação de descontos que pode variar de acordo com as condições locais de mercado, rentabilidade da loja e condições da compra, afirmou a pesquisa.

Fonte: Terra Magazine