Prêmios da loteria abandonados beneficiam 14 mil universitários

Prêmios da loteria abandonados beneficiam 14 mil universitários

Os ganhadores têm até 90 dias após a realização dos concursos para retirar os prêmios

De 2010 até julho deste ano, todo o dinheiro desprezado pelos ganhadores dos prêmios das loterias da Caixa Econômica Federal já soma R$657,75 milhões. Como toda esta grana é direcionada ao Fies (Programa de Financiamento Estudantil), estima-se que cerca de 14.300 estudantes possam ter todo o seu curso superior financiado em até 100% pelo programa do governo federal.

Os ganhadores têm até 90 dias após a realização dos concursos para retirar os prêmios. Como muitos perdem os bilhetes, não conferem as apostas ou não vão buscar o prêmio por outros motivos, esses acabam prescrevendo. A legislação brasileira obriga que este dinheiro vá diretamente para o Fies.

Esse cálculo foi realizado pelo FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), que tomou como base os custos de um curso superior que, em média, custa R$ 45 mil (uma graduação de ciências humanas, por exemplo). O cálculo considera o financiamento de 100% de um curso.

Engenharia e direito são os cursos com maior número de contratos firmados (179 mil cada), seguidos de enfermagem (76 mil), pedagogia (47 mil), medicina (26 mil), arquitetura (24 mil), odontologia (22 mil) e farmácia (22 mil).

Os estudantes matriculados em cursos de graduação com avaliação positiva no Sinaes (Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior) estão aptos a requerer o financiamento. As instituições de ensino superior têm de ser participantes do Fies. Outro requisito ao candidato é ter realizado o Enem (Exame Nacional de Ensino Médio).

Os financiamentos vão de 50% a 100% dos gastos educacionais, a partir da renda familiar mensal bruta do beneficiário e o comprometimento dessa renda com os custos da mensalidade.

Fonte: r7