Presidente da Venezuela anuncia aumento de 30% do salário mínimo

Em meio a grave crise que o país enfrenta, o Nicolás fez o anúncio.

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou na noite de sábado (30) um aumento de 30% no salário mínimo e pensões, no mais recente movimento do governo socialista para lidar com a alta inflação e estagnação econômica. A alta segue um aumento de 25% anunciado no dia 1º de março.

Maduro afirmou que ele detalhará o aumento durante as manifestações de domingo (1º) pelo Dia do Trabalhador. Este é o 12º aumento salarial que Maduro decreta desde que assumiu o cargo há três anos e o segundo de 2016, e passa a valer a partir deste final de semana, segundo anunciou ele em pronunciamento na televisão.

Com isso novo aumento, o salário mínimo passará para 15.051 bolívares por mês, cerca de US$ 1.500 na taxa de câmbio oficial, mas cerca de US$ 50 no mercado negro atual, que define, em grande parte, os preços dos bens para os venezuelanos.

A economia venezuelana, dependente das exportações de petróleo, encolheu 5,7% no ano passado, em meio ao avanço da escassez de produtos básicos e alta nos preços.

Nicolás Maduro (Crédito: Reprodução)
Nicolás Maduro (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do Brasil Post