Presidente Lula nega pacote contra reflexos da crise econômica americana no Brasil

Após participar de uma cerimônia com atletas olímpicos e paraolímpicos no Palácio do Planalto

O presidente Luiz In?cio Lula da Silva negou nesta quarta-feira (1) que o governo v? fazer um pacote contra os reflexos da crise econ?mica norte-americana no Brasil.

Ap?s participar de uma cerim?nia com atletas ol?mpicos e paraol?mpicos no Pal?cio do Planalto, Lula respondeu de forma negativa sobre a possibilidade de um pacote contra a crise. ?N?o vai ter pacote?, garantiu.

Questionado sobre como avaliava a situa??o atual em rela??o a crise, Lula afirmou que estava ?mais tranq?ila?.

O Senado dos Estados Unidos deve votar nesta quarta o plano de resgate dos mercados apresentado pelo governo Bush. Na segunda-feira (29), o pacote foi rejeitado em vota??o pela C?mara americana.

O presidente Lula se reuniu nesta manh? com a coordena??o pol?tica do governo. Participaram do encontro os principais ministros da ala econ?mica, entre eles Guido Mantega (Fazenda) e Paulo Bernardo (Planejamento) . Nesta tarde, Lula volta a se reunir com o ministro da Fazenda.

Planejamento

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, j? havia negado, na ter?a-feira (30), que o governo estivesse preparando um pacote com medidas para conter poss?veis reflexos da crise norte-americana no Brasil.

"N?o tem pacote nenhum. Tem l? nos Estados Unidos e eles n?o votaram ainda. Se eles, que est?o em crise, n?o votaram o pacote, porque n?s vamos fazer por aqui?", disse o ministro.

Mesmo negando que haja um pacote, Paulo Bernardo disse que o governo est? acompanhando a crise e preparando medidas que podem vir a ser usadas em algum momento. "Estamos acompanhando com aten??o os acontecimentos, mas achamos que est? tudo tranq?ilo. Agora, n?o somos irrespons?veis de n?o ter medidas para adotarmos caso seja necess?rio", afirmou.

"Temos acompanhado com aten??o e com cuidado, mas n?o temos nenhum motivo para agir por aqui de maneira a?odada," completou.

Desenvolvimento

Tamb?m na ter?a, o ministro do Desenvolvimento, Miguel Jorge, afirmou que o governo poderia decidir na pr?xima semana pelo lan?amento de um pacote de medidas espec?fico para facilitar o acesso a cr?dito para as empresas exportadoras. Um grupo de trabalho est? discutindo as medidas.

Fonte: g1, www.g1.com.br