Prévia da inflação desacelera para 0,10% em julho, afirma IBGE

Prévia da inflação desacelera para 0,10% em julho, afirma IBGE

Essa taxa é a mais baixa desde agosto de 2010, quando registrara queda de 0,05%.

A prévia da inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo - 15 (IPCA-15), índice oficial usado para basear as metas do governo de controle dos preços, seguiu o ritmo do mês passado e desacelerou para 0,10% em julho, segundo mostrou, nesta quarta-feira (20), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Essa taxa é a mais baixa desde agosto de 2010, quando registrara queda de 0,05%.

Em junho, a prévia ficara em 0,23%. Na prévia de julho de 2010, fora registrada deflação de 0,09%. No ano, o índice acumula alta de 4,20% e, nos últimos 12 meses, de 6,75%, acima do teto da meta do Banco Central, de 6,5%.

Exerceu a maior pressão para a desacelaração do IPCA-15 a variação de preços de alimentos, que tiveram deflação de 0,39%, contra alta de 0,11% em junho. As maiores quedas partiram dos preços de cenoura (-11,96%), tomate (-5,18%), frutas (-5,16%), hortaliças (-4,99%), batata-inglesa (-4,13%), frango (-3,37%), carnes (-1,50%) e arroz (-1,29%). Apesar de os preços estarem caindo, esse grupo ainda acumula alta no ano de 3,33%.

Fonte: g1, www.g1.com.br