Procon: Bancos e financeiras lideram reclamações no PI

A financeira Hipercard lidera o ranking com 69 reclamações diretas. Já a Itaucard, empresa do mesmo grupo Hipercard, aparece em segundo lugar

Apenas em 2013 o Serviço de Proteção ao Consumidor recebeu 396 reclamações relacionadas aos serviços bancários e financeiras, os líderes em insatisfação de acordo com os registros do Procon-PI. A principal queixa dos consumidores é a cobrança indevida de taxas, seguido de cálculo de prestação em atraso.


Procon: Bancos e financeiras lideram reclamações no Piauí

A financeira Hipercard lidera o ranking com 69 reclamações diretas. Já a Itaucard, empresa do mesmo grupo Hipercard, aparece em segundo lugar com 66 reclamações diretas.

Cobranças indevidas estão em evidência. Taxas cobradas sem aviso prévio, valores incluídos de maneira misteriosa na fatura e juros abusivos fazem parte do rol de reclamações da população aos serviços bancários.

A aposentada Maria Antônia Lopes acusa o banco onde recebe o benefício da aposentadoria de praticar taxas absurdas. ?Não contratei nenhum serviço, mas mesmo assim, todo mês, vem um abatimento em minha conta. Não entendo o porquê?, declara.

Já a funcionária pública Deusacy Coelho ficou surpresa ao receber a fatura do cartão de crédito e se deparar com uma taxa de manutenção de R$ 25,00, cobrada sem aviso prévio. Indignada por não ter conseguido resolver o problema através do atendimento telefônico, ela precisou se dirigir ao Procon para finalizar o problema.

O conciliador Antônio Lima Barcelar recebe diariamente muitas queixas do tipo. A negociação de débito em atraso, reclamação por cobranças indevidas e negociações com o cartão de crédito são os maiores problemas do banco. O procedimento padrão do Procon é tentar uma conciliação amigável entre as duas partes. Se tudo correr bem, a duração padrão do processo é de aproximadamente 15 dias.


Procon: Bancos e financeiras lideram reclamações no Piauí

Se for necessária uma audiência, o problema é resolvido geralmente em 45 dias. ?O Procon tem taxa de sucesso de 50% nesses tipos de conciliações. É importante salientar que, para dar entrada em uma reclamação, o consumidor deve estar munido dos papéis originais dos bancos, assim como seus documentos pessoais?, finaliza.

Fonte: Olegário Borges