Procon-PI: Número de reclamações cresce no final do ano na capital

Somente no ano passado, no período de 01/12/2011 a 31/12/2011, com limite de 30 fornecedores, foram registradas reclamações de 4 grandes lojas de THE

Com o crescimento do número de compras neste período mais próximo ao Natal, também é comum o grande fluxo de clientes que se dirigem até ao Procon- Defesa do Consumidor, para exigir seus direitos diante de algum prejuízo obtido.

Somente no ano passado, no período de 01/12/2011 a 31/12/2011, com limite de 30 fornecedores, foram registradas reclamações de 4 grandes lojas na capital. A Insinuante continua sendo a campeã em reclamações dos teresinenses.

Estes registros somam 46 atendimentos realizados. Nestes casos são comuns reclamações relacionadas a defeitos em aparelhos como televisões e celulares, propagandas abusivas ou enganosas, diferença de valores, cobranças indevidas e também quanto à funcionalidade dos produtos.

?É comum recebermos reclamações de consumidores que compraram um produto com uma função e depois viram que não era aquilo que foi posto em divulgação?, acrescenta o conciliador Campelo Júnior.

Neste ranking de reclamações, a loja de eletrodomésticos Insinuante continua a liderar nas reclamações feitas ao atendimento do Procon. No período já citado acima, o constatado foi um total de 26 atendimentos.

Segundo o conciliador, apesar deste número, a conciliação com a loja também é muito grande. ?Geralmente as principais reclamações são quanto a seguro e garantia estendida de compra, porém o índice de acordo chega a ser de até 90%?, declara Campelo Júnior.

Para não cair em fraudes e obter possíveis prejuízos com qualquer tipo de compra, o Procon recomenda a quem ainda vai fazer as compras, uma boa pesquisa de preços, melhores taxas e prazos para desistência daquele produto.

É necessário também ter cautela e guardar os comprovantes de compra em locais seguros.

O consumidor também não pode deixar passar em branco as cláusulas do contrato de adesão ao produto. É importante que se conheça todos os termos de compra, bem como as taxas e os prazos, como ainda é preferível que se forneça pelo menos um valor para entrada em qualquer compra.

Fonte: Thauana Cavalcante