Produção das montadoras do Japão cai

A Nissan Motor reduziu sua produção em 40%, a 1.099.760 veículos

Os principais fabricantes de automóveis do Japão, Toyota, Honda e Nissan, anunciaram nesta terça-feira (28) uma forte redução de sua produção mundial durante os seis primeiros meses do ano por causa da queda das vendas provada pela crise econômica global.

A Toyota Motor, líder mundial do setor, informou que sua produção caiu 43,1% na primeira metade de 2009 em relação ao mesmo período anterior, limitando-se a 2.539.673 veículos, sem incluir os fabricados por suas filiais Daihatsu Motor e Hino Motors.

A Nissan Motor reduziu sua produção em 40%, a 1.099.760 veículos, enquanto que a Honda diminuiu 33,7%, ficando em 1.317.309 veículos.

Os fabricantes japoneses reduziram a produção em suas fábricas e eliminaram milhares de empregos em resposta à queda das vendas causadas pela crise mundial.

Segundo a associação das montadoras japonesas, as vendas domésticas estão abaixo do previsto e o ano fiscal deve terminar com o pior resultado em três décadas. O grupo prevê que as vendas da indústria do país tenham uma queda de 8,5%, para 4,3 milhões. Em 1990, as vendas atingiram um recorde de 7,78 milhões.

Fonte: g1, www.g1.com.br