Produção industrial brasileira recuou 1,6% em junho, diz IBGE

Na comparação com o mesmo mês do ano passado, foi verificada alta de 0,9% em junho, taxa menos intensa que a de 2,7% registrada em maio

A produção industrial brasileira recuou 1,6% em junho, na comparação com o mês anterior e com ajuste sazonal, segundo pesquisa divulgada nesta terça-feira (2) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em maio, alta foi revisada para baixo, de 1,3% para 1,1%.

Na comparação com o mesmo mês do ano passado, foi verificada alta de 0,9% em junho, taxa menos intensa que a de 2,7% registrada em maio.

O indicador acumula alta de 1,7% nos primeiros seis meses do ano. Nos últimos 12 meses, a taxa manteve a trajetória descendente iniciada em outubro do ano passado (11,8%), ao passar de 4,5% em maio para 3,7% em junho.

No fechamento do segundo trimestre de 2011, o setor industrial ficou positivo frente a igual período de 2010 (0,7%), mas recuou em relação ao trimestre imediatamente anterior (-0,7%).

A redução do ritmo da atividade industrial de maio para junho atingiu 20 dos 27 ramos industriais pesquisados e todas as categorias de uso.

"A evolução do índice de média móvel trimestral reforça o quadro de menor dinamismo do setor industrial nesse mês, uma vez que se observa o primeiro resultado negativo desde outubro de 2010, após dois meses seguidos de taxas próximas da estabilidade", diz o IBGE, em nota.

Fonte: g1, www.g1.com.br