Produção maior que a demanda deve impactar no preço da soja em 2014

Produtores já venderam metade da safra a preços baixos, diz Imea. Setor espera melhoria na infraestrutura para reduzir custos de produção.

As lavouras de soja em Mato Grosso estão em boas condições, mas as perspectivas para o mercado em 2014 não são tão otimistas. De acordo com a perspectiva apresentada pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), a demanda pelo produto não deve acompanhar a grande oferta do grão e isso deve fazer com que os preços, no cenário nacional é internacional, sejam menores no próximo ano.

Nesta safra, os produtores mato-grossenses já comercializaram 50% da produção com preços menores que o da safra passada. Esse cenário deve permanecer se for confirmada a produção de 88 milhões de toneladas de soja no país. Mato Grosso será responsável pela colheita de 25,7 milhões de toneladas do grão.

Infraestrutura - As principais alterações na logística mato-grossense para o escoamento da safra ficaram concentradas na inauguração do terminal ferroviário de Rondonópolis, sudeste do estado, e com o início das operações do terminal de cargas de Miritituba, no Pará. Conforme o Imea, os problemas nas estradas devem permanecer porque não foi realizada nenhum investimento no estado, com exceção da BR-163.

A falta de logística adequada continuará impactando na safra de Mato Grosso. A previsão para a temporada 2014/2015 é de recorde nos custos de produção da oleaginosa.

Fonte: G1