Profissionais trabalham mais para compensar colegas improdutivos

No entanto, são poucos os que tomam atitudes para mudar a situação

A maioria dos profissionais trabalha até seis horas a mais por semana por causa do trabalho malfeito dos outros, de acordo com uma pesquisa realizada pela consultoria de treinamento corporativo VitalSmarts. No entanto, são poucos os que tomam atitudes para mudar a situação.

O levantamento, com mais de 500 profissionais americanos, mostra que pelo menos um quarto dos entrevistados trabalha entre quatro e seis horas a mais por semana para cobrir as tarefas de colegas que não cumprem prazos.

A maioria, quase 60%, passa entre uma e três horas por semana recuperando o tempo perdido para os outros. Um número parecido acha que a própria produtividade é comprometida de alguma forma por causa do tempo gasto dessa forma.

Ainda assim, apenas cerca de 10% dizem ter conversado abertamente com os colegas menos eficientes sobre os efeitos da falta de produtividade. Normalmente, quem mais ouve as reclamações são membros da família (16%), amigos de fora do trabalho (10%) e outros colegas de departamento (14%).

Cerca de 20% também conversam com o chefe sobre a situação. No geral, os profissionais preferem não confrontar o problema porque acham que a conversa não faria diferença no desempenho dos colegas, poderia prejudicar a relação da equipe, causar retaliações ou ainda porque eles acham que gerenciar a equipe não é problema deles.

Fonte: UOL