Promoções Black Friday no país dão descontos de até 75%; saiba!

O dia da pechincha costuma lotar as lojas de consumidores..

Produtos de informática e serviços como pacotes de academia de ginástica, seguro de carros e passagens aéreas serão os destaques da terceira edição da "Black Friday", evento que reunirá amanhã ofertas com até 75% de desconto das principais lojas virtuais do Brasil.


Promoções Black Friday no país dão descontos de até 75%; saiba!

Criado nos EUA, o dia da pechincha é tradicionalmente realizado após o feriado de Ação de Graças (comemorado hoje) e costuma lotar as lojas de consumidores.

A diversidade de serviços neste ano, diz Pedro Eugênio, presidente-executivo do Busca Desconto, organizador do evento, é reflexo da maior adesão das empresas.

"Enquanto, em 2011, 60 varejistas participaram da "Black Friday", agora serão mais de 300."

Otimistas, os organizadores esperam que o evento gere R$ 135 milhões em vendas, montante 35% maior que o registrado no ano passado.

Para Roque Pellizzaro Junior, presidente da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas), contudo, esse crescimento é limitado, uma vez que o Brasil não tem condições de sediar a"Black Friday" nas lojas físicas, como ocorre nos EUA.

"Não temos lojas com ramificação em todos os Estados do país para suportar um evento dessa magnitude."

Apesar da limitações, Eugênio acredita que a crise financeira vai trazer vantagens tanto para os consumidores, como para os lojistas, já que o evento será usado para desencalhar o estoque de produtos não vendidos no ano.

Para ter uma ideia, em 2011 os lojistas receberam 237 mil pedidos, número que deve chegar a 330 mil neste ano.

No Walmart, por exemplo, mais de mil itens estarão disponíveis. "Esperamos vender três vezes mais que o evento de 2011 e quatro vezes mais que um dia normal", diz Flávio Dias, vice-presidente de e-commerce da rede.

Pela primeira vez no evento, uma companhia aérea vai oferecer passagens nacionais e internacionais. O valor dos descontos, no entanto, ainda não foi definido pela TAM.

Fonte: Folha