Protestos no Brasil mostram riscos de mercados emergentes, informa jornal

Conforme a publicação, o Brasil foi um dos países mais apreciados pelos investidores na última década

Os protestos que ocorreram no Brasil em junho foram um vívido lembrete dos perigos de investir nos mercados emergentes, de acordo com reportagem do The New York Times publicada no jornal Folha de S.Paulo desta terça-feira. Segundo a publicação, os manifestantes foram instigados parcialmente pelo aumento do custo de vida e pela desaceleração da economia e um dos reflexos foi a queda da Bolsa de Valores de São Paulo.

Conforme a publicação, o Brasil foi um dos países mais apreciados pelos investidores na última década, quando a economia chegou a crescer a um índice superior a 5% ao ano e a bolsa subia dois dígitos por ano. Mas, nesta década, a bolsa tem decepcionado e teve queda acumulada de 25,3% nos últimos três anos, derrubando investimentos em ações da América Latina. O jornal afirma ainda que o Brasil tem que apresentar um crescimento do PIB acima de 2,5% ou os investidores ficarão afastados desse mercado.

Fonte: Terra