Queda de luz representa 26% das ligações interrompidas no país

A TIM foi a empresa que mais recebeu queixas, seguida por Claro e Oi

Falhas e quedas de energia elétrica são a segunda maior causa de suspensão de serviço nos celulares. O maior problema do setor, no entanto, é o acesso à internet móvel.

Os dados fazem parte da primeira avaliação trimestral de um plano da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para melhorar a qualidade da telefonia móvel no país.

O relatório, que faz uma análise mensal da telefonia móvel desde janeiro de 2011, aponta, ainda, que houve queda no número de pessoas que ligam para a agência pedindo reparos ou estão insatisfeitas com ligações não completadas.

A TIM foi a empresa que mais recebeu queixas, seguida por Claro e Oi.

No topo da lista, a TIM recebeu 1.100 queixas em janeiro de 2011 e 3.700 em outubro de 2012. O ponto alto foi em agosto de 2012, quando a operadora recebeu 4.200 críticas.

Em janeiro de 2011, a Claro registrou pouco menos de mil chamadas e, em outubro do ano passado, cerca de dois mil. O pico foi em agosto passado, com 2.200 protestos.

A Oi recebeu mais de 700 queixas, em janeiro de 2011. Em outubro de 2012, foram cerca de 1.300. Apenas em setembro passado, foram registradas mais de 1.700 ligações.

De acordo com a assessoria de imprensa do Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil) ?as prestadoras estão investindo pesado, tendo ampliado em 14%, segundo o relatório da Anatel, os investimentos entre agosto e novembro?.

A TIM afirmou que a empresa tem o maior investimento para o triênio 2012-2014: R$ 9,52 bilhões. A Oi alegou que faz investimentos ?para reforçar a qualidade de seu serviço?. A Claro informou que investirá R$ 6,3 bilhões até o final de 2014.

Fonte: Extra