Receita Federal libera hoje consultas ao último lote do IR 2011

Receita Federal libera hoje consultas ao último lote do IR 2011

De acordo com dados do Fisco, 569 mil contribuintes tiveram suas declarações do Imposto de Renda de 2011 retidas na chamada malha fina neste ano

A Secretaria da Receita Federal abre nesta quinta-feira (8), a partir das 9h, as consultas ao sétimo e último lote do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) de 2011. Assim que abertas, as consultas poderão ser feitas por meio da página do órgão na internet.

Quem não estiver nesse lote, e também não esteve relacionado nos seis lotes anteriores, divulgados entre junho e novembro de 2011, está automaticamente na malha fina do Leão. De acordo com dados do Fisco, 569 mil contribuintes tiveram suas declarações do Imposto de Renda de 2011 retidas na chamada malha fina neste ano.

A maior parte dos contribuintes caiu na malha fina (320 mil pessoas, ou 56%) porque omitiu rendimentos, informou o Fisco. Segundo a Receita, 14% dos contribuintes da malha fina (79 mil pessoas) foram retidas em malha por conta de irregularidades na prestação de contas com despesas médicas.

Quando entram na malha fina, as declarações dos contribuintes ficam retidas para correção dos erros, e as eventuais restituições são pagas somente após a questão ter sido resolvida - nos chamados lotes residuais do IR.

Último lote do IR 2011

No último lote do IR deste ano, serão contemplados 86.979 contribuintes, informou a Receita Federal. As restituições somam R$ 211 milhões e serão pagas em 15 de dezembro.

Segundo explicou Joaquim Adir, supervisor do IR do Fisco, este último lote do Imposto de Renda de 2011 deverá trazer as restituições das pessoas físicas que entregaram a declaração retificadora, ou seja, que fizeram correções no documento, até 30 de novembro. "Vão ser contemplados praticamente todos que se regularizaram", disse ele.

A ordem de recebimento das restituições do Imposto de Renda tem por base, além do Estatuto do Idoso, a data de entrega da declaração de ajuste anual. Quem enviou o documento primeiro, sem erros ou omissões, recebe a restituição mais cedo. Neste ano, o prazo foi do início de março até o final de abril. Mais de 24 milhões de pessoas enviaram a declaração em 2011.

Fonte: g1.com