Receita apertará cerco contra recibos médicos falsos

De acordo com Barreto, a Receita vai cruzar os recibos apresentados pelos contribuintes

A Receita Federal vai aumentar a fiscalização sobre recibos médicos falsos usados por contribuintes para pagar menos Imposto de Renda (IR) ou para aumentar o valor da restituição. Este ano, a entrega da declaração do IR Pessoa Física (IRPF) começa em 1º de março e vai até 29 de abril.

Segundo o secretário da Receita Federal, Carlos Alberto Barreto, o contribuinte que não conseguir comprovar despesas médicas usadas como abatimento no IR pagará multa de 75% sobre o valor devido de imposto. "Vamos começar operações de fiscalização preventivas e deixar o contribuinte avisado sobre o uso deste procedimento utilizado por pessoas inescrupulosas", afirmou.

De acordo com Barreto, a Receita vai cruzar os recibos apresentados pelos contribuintes com dados apresentados pelas operadoras de planos de saúde na Declaração de Serviços Médicos (DMED), instituído há dois anos.

Fonte: Terra, www.terra.com.br