Rede de hotéis no Piauí tem padrão nacional em serviços de qualidade

Rede de hotéis no Piauí tem padrão nacional em serviços de qualidade

Com a oferta de serviços de qualidade que inclui a elogiada gastronomia e uma estrutura moderna, o setor de hotelaria teresinense se equipara à rede de hotéis brasileira. São 200 estabelecimentos espalhados por toda a cidade e mais de 18 mil empregados em todo o Estado. Como a capital piauiense não está na mesma rota do turismo visto no Nordeste, os empresários da área têm investido em serviços diferenciados para agradar a clientela exigente que também é oriunda de vários países. O supervisor de vendas do Blue Tree Hotel, Dirk Zobiak, explica que o perfil do turista que visita Teresina é diferente do visto nas outras capitais nordestinas. Mais de 65% da hospedagem, segundo ele, são compostas por empresários que vêm fazer negócios e encontram no estabelecimento o mesmo padrão de qualidade oferecido no resto do país.

“O turista que vem ao nosso hotel se depara com a mesma qualidade vista nos demais hotéis da rede no sudeste do Brasil, principalmente os empresários que estão acostumados com o padrão do estabelecimento. Os nossos turistas que vêm a lazer se hospedam mais durante os finais de semana e ficam encantados com a nossa área de lazer, nossa localização e serviços”, explica Dirk Zobiak. A gastronomia é outra especialidade que agrada os turistas que se instalam na rede hoteleira teresinense. O serviço já reconhecido pelo público que chega a recomendar os serviços a amigos e conhecidos.

A gerente do hotel, Marielle Baía, revela que os hóspedes se impressionam com a estrutura hoteleira encontrada por aqui. Por isso, há um maior investimento em relação a serviços e estrutura, como no restaurante do hotel e as refeições servidas. Por conta do grande número de casas noturnas e o grande investimento do segmento na capital, o chamado turismo noturno está em crescimento.

Segundo Udelci Coelho, presidente do Sindicato da Hotelaria e Gastronomia do Piauí (SINTSHOPGASTRO), a noite mafrense está começando a se consolidar, por conta da rota de grande shows e da rede de restaurantes que estão se instalando na capital do Piauí. “Já é comum encontrar hotéis que lucram com turistas que vêm apenas por causa da noite teresinense. Por aqui, pode-se encontrar restaurantes com gastronomias e serviços com excelente padrão de qualidade. Além das inúmeras casas de show que estão abrindo constantemente e trazem atrações nacionais”, revela.

Udelci Coelho ressalta que cada vez mais os empresários estão investindo no segmento de hotelaria e restaurantes, por haver uma demanda crescente. “Teresina já possui uma média de 30 mil turistas por mês. Os empresários estão percebendo essa frequência, Por isso, há um grande investimento em mão de obra voltada para este tipo de serviço que faz esse turista querer voltar”, revela.

Fonte: Djalma Batista e Rhauan Macedo - Jornal MN