Reservas de petróleo do Brasil têm maior crescimento

Maior parte do petróleo e do gás brasileiro está sob o mar

As reservas de petróleo do Brasil cresceram em 2010 graças ao grande número de novos poços achados no litoral do país. Segundo um balanço da ANP (Agência Nacional de Petróleo) divulgado nesta quarta-feira (16), as reservas totais aumentaram 34,7% entre 2009 e 2010. Essa variação é a maior desde 2000.

As reservas totais incluem os poços de petróleo e gás já descobertos, os prováveis locais de exploração e aqueles que ainda não são explorados, mas onde há possibilidade de haver extração.

A maior parte do petróleo e do gás brasileiro está sob o mar, sendo explorados por plataformas oceânicas.

As reservas provadas de petróleo brasileiras cresceram 10,8% de 2009 para 2010. Este foi o maior crescimento percentual desde 2002, quando houve um aumento de 15,4% em relação ao ano anterior. Hoje, o Brasil possui reservas de 26,9 bilhões de barris de petróleo.

No gás natural, as reservas provadas tiveram aumento de 15,4% na comparação entre 2009 e 2010, superior apenas à elevação de 32,9% de 2004 em relação a 2003. As reservas de gás passam de 802 bilhões de metros cúbicos.

Nas reservas totais de gás natural, no mesmo período, a elevação foi de 37,4%, a maior desde 2004, quando o aumento foi de 41,7% frente ao ano anterior.

Os dados de 2010 incluem as reservas referentes ao pré-sal da Bacia de Santos (antigas áreas exploratórias de Tupi e Iracema no Bloco BM-S-11), descobertas nos campos de Barracuda, Caratinga, Marlim, Marlim Leste e Pampo na Bacia de Campos, além de projetos de aumento de recuperação de petróleo nos campos de Albacora Leste, Maromba, Marimbá, Marlim Sul, Marlim Leste e Roncador na Bacia de Campos e na concessão de Leste de Urucu na Bacia do Solimões.

Fonte: r7