Retomada da economia acontecerá no 2º semestre, diz Coppead

Retomada da economia acontecerá no 2º semestre, diz Coppead

Segundo Haroldo Monteiro, com o aumento da inadimplência, os bancos começaram a frear os créditos

O mercado de trabalho aquecido levou o brasileiro a comprar mais no ano passado - apesar da desaceleração da economia como um todo. Tudo bem que o aumento das vendas no último mês do ano foi o menor desde 2008. Ainda assim, o IBGE não avalia que o Natal de 2011 tenha sido fraco - o do ano anterior é que foi forte demais.

Segundo o professor da Coppead e especialista em varejo Haroldo Monteiro, a retomada da economia não deve acontecer nos primeiros meses do ano. ?Porém, alguns setores do varejo devem responder melhor por conta do aumento do salário mínimo e do incentivo que o governo deu com a redução do IPI. O eletroeletrônico vai continuar puxando esse índice. Mas acredito que a retomada da economia ocorra mais acentuadamente no segundo semestre?, diz.

Em relação ao endividamento do consumidor, Harodo lembra que a inadimplência deu uma freada, mas continua em um nível alto. ?Isso faz com que os bancos se retraiam em dar crédito ou exijam mais garantia. Daí o crescimento se torna mais lento", afirma.

Fonte: G1