Revista divulga lista das 10 empresas mais inovadoras da América do Sul

Entre os países da região, o Brasil é o que aparece com mais empresas na relação da Fast Company

A revista Fast Company fez uma lista das dez empresas mais inovadoras da América do Sul. Segundo a publicação, as empresas listadas estão na liderança em inovação com ideias que promovem mudanças globais. Entre os países da região, o Brasil é o que aparece com mais empresas na relação da Fast Company, inclusive ocupando as três primeiras posições.

Veja quais são as dez empresas mais inovadoras da América do Sul, segundo a Fast Company:

1º) Braskem. Motivo: Por tirar óleo de plástico. O plástico é geralmente feito a partir de petróleo, mas a empresa brasileira usa cana como matéria-prima. Atualmente, a empresa produz 200 mil toneladas de plástico verde por ano.

2º) BCMF Arquitetos. Motivo: Por ter projetado o primeiro estádio com energia solar no mundo. Única empresa de arquitetura a participar de eventos como a Copa do Mundo deste ano e as Olimpíadas de 2016, a BCMF acrescentou um novo telhado ao Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, equipado com um painel solar de 1,4 MW. Isso torna o estádio de Minas Gerais o primeiro completamente movido a energia solar no mundo.

3º) Magazine Luiza. Motivo: Pioneiro no comércio eletrônico no Brasil e atuando em cidades pequenas e favelas. A varejista introduziu na década de 1990 o modelo de loja virtual, em que os clientes podem experimentar os produtos em lojas físicas e depois encomendá-los pela internet. No ano passado, a loja em Heliópolis, em São Paulo, se tornou a primeira franquia da empresa em uma favela.

4º) Wayra. Motivo: Criou um Vale do Silício na América do Sul. Empresa fornece ferramentas tecnológicas para acelerar o crescimento de startups. Seus escritórios espalhados pela América Latina já contribuíram com o desenvolvimento de 312 empresas.

5º) Monte Alto Renovable. Motivo: Ajudou a adoção de energia renovável no Chile a se expandir rapidamente. A empresa fornece serviços de energia de biomassa para hotéis e comunidades, gerenciando os custos iniciais do uso de energia renovável.

6º) Globant. Motivo: Hasteou a bandeira da indústria tecnológica da América Latina. Se a companhia lançar os US$ 86 bilhões reportados para oferta pública inicial de ações neste ano, será a primeira empresa de tecnologia argentina listada na bolsa de Nova York.

7º ContaAzul. Motivo: Aumentou a capacidade de pequenas empresas brasileiras. Empresas enfrentam no Brasil um sistema fiscal complexo e um alto nível de burocracia. A ContaAzul fornece um software de contabilidade on-line específico para o País. A companhia já atendeu mais de 180 mil empresas desde o seu lançamento, em 2011.

8º) Samba Tech. Motivo: Faz a transmissão on-line de vídeos na América Latina. A Samba Tech é a maior plataforma de vídeo on-line da região e gerencia o conteúdo de marcas internacionais como MGM, Samsung e Playboy.

9º) Tátil Design. Motivo: Por fazer projetos sustentáveis acessíveis. Entre seus clientes estão a Procter & Gamble e a Coca-Cola. A Tátil desenhou os logotipos para as Olimpíadas e Paralimpíadas do Rio de 2016. A empresa de design é referência em projetos com materiais sustentáveis.

10º) Advanced Innovation Center. Motivo: Criou uma solução para mudar o fornecimento de água potável. Com base no Chile, a empresa projeta respostas para problemas em escala mundial. Sua maior inovação é o Sistema Plasma de Saneamento de Água, que consegue eliminar micróbios, tornando o líquido potável.

Fonte: Terra