Rússia suspende a importação de carnes brasileiras

O relatório da missão russa enviado ao governo brasileiro afirma que os frigoríficos não estavam de acordo com as regras de sanidade animal e vegetal.

De acordo com os técnicos do Ministério da Agricultura, as 29 unidades frigoríficas visitadas pela missão russa em abril foram reprovadas. Vinte e uma unidades já estavam impedidas de exportar e continuam sob restrições. Outras oito de Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso, que estavam autorizadas a vender carnes e ração para o mercado russo, tiveram a habilitação suspensa.

O relatório da missão russa enviado ao governo brasileiro afirma que os frigoríficos não estavam de acordo com as regras de sanidade animal e vegetal. Mas segundo o Ministério da Agricultura, todas as unidades inspecionadas seguem recomendações internacionais de produção. Por isso, o resultado da missão russa surpreendeu o governo brasileiro.

O presidente da Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína, Pedro Camargo Neto, falou sobre a decisão dos russos e espera que ela seja mais detalhada. ?Existem dúvidas de interpretação, de tradução, de que, ao retirar um estabelecimento, se está retirando como um todo ou se está retirando a parte de produtos industrializados, o que muda muito?.

O Ministério da Agricultura pediu mais detalhes da decisão do governo russo e deve apresentar uma resposta semana que vem. Uma missão oficial brasileira vai visitar a Rússia no dia 15 de maio.

Fonte: g1, www.g1.com.br