Saiba onde serão aplicados os R$ 180 Mi da ""venda"" do Bep

Governador afirmou que investimentos serão destinados a Saúde, Educação e Infra-estrutura

Em solenidade no Pal?cio de Karnak, o Banco do Estado do Piau? foi oficialmente incorporado ao Banco do Brasil. Em seu pronunciamento, o governador Wellington Dias anunciou que praticamente todos os recursos com a venda da conta ?nica do Estado e da gest?o das contas dos servidores, cerca de R$ 180 milh?es, ir?o se reverter em investimentos para a Sa?de, Educa??o e Infra-estrutura.

?Tudo vai virar obra. Nada ser? utilizado em despesas correntes?, declarou o governador Wellington Dias. Na ?rea da Educa??o, o governo do Estado pretende aplicar R$ 40 milh?es na implanta??o dos P?los e N?cleos da Universidade Aberta. ?Este projeto ainda possui proposta de emendas ao Or?amento da Uni?o. Mas a inten??o do governo ? acelerar logo a implanta??o da Universidade Aberta com o uso destes recursos?, completou o secret?rio de Planejamento, S?rgio Miranda.

Na infra-estrutura, o governo vai utilizar recursos para construir e recuperar estradas estaduais e promover a contrapartida de obras importantes, como o Porto de Lu?s Correia, o Aeroporto de S?o Raimundo Nonato e adutoras para as barragens em constru??o e, ainda, destinar R$ 20 milh?es para a Ponte do Sesquicenten?rio, constru?da pela Prefeitura de Teresina.

Algumas das estradas j? est?o sendo constru?das mesmo antes do recebimento dos recursos, como as PIs ligando de Teresina a Palmeirais e Jos? de Freitas a Uni?o. ?Uma das coisas mais importantes com a vinda destes recursos foi que o governo do Estado p?de acelerar obras com a garantia dos repasses. Muitas obras planejadas j? foram viabilizadas?, justificou S?rgio Miranda.

Uma delas ser? a constru??o do centro materno-infantil que deve unificar os servi?os da Maternidade Evangelina Rosa e o Hospital Infantil, em um projeto que foi apelidado de ?Supermaternidade?.

Mas o governo ainda n?o definiu o total de recursos a ser destinado ? obra.

Ainda pela incorpora??o, o Banco do Brasil pagou R$ 81,7 milh?es pelo patrim?nio l?quido, cuja maior parte pertencia ? Uni?o. O valor destinado ao Estado ser? utilizados para abater na d?vida ativa do Estado com a Uni?o.

Novo Come?o

O s?mbolo da extin??o do BEP foi a assinatura do documento chamado Protocolo e Justifica??o de Incorpora??o do BEP pelo Banco do Brasil S.A. A cerim?nia contou com a participa??o do governador Wellington Dias, do presidente do BEP, Marcos Ant?nio Siqueira Leite, a presidente do Sindicato dos Funcion?rios do BEP, e do presidente do BB, Ant?nio Lima Neto. Todos chamavam o ato de um ?novo come?o?.

Fonte: Mateus Noronha, Jornal Meio Norte