Seis em cada dez temporários da Páscoa devem ser efetivados

Seis em cada dez temporários da Páscoa devem ser efetivados

Serão 40 mil novos empregos em todo o país na indústria do chocolate, segundo lojistas

Seis em cada dez trabalhadores temporários contratados para trabalhar na Páscoa devem ser efetivados pela indústria, na produção de ovos, bombons e barras de chocolate.

Em números, serão 40 mil novos empregos em todo o país, graças a geração de 60 mil vagas temporárias neste ano, segundo pesquisa da Confederação Nacional dos Lojistas.

Para o presidente da CNDL, Roque Pellizzaro Junior, a perspectiva positiva para vendas e contratações, dois dos principais motores do crescimento econômico em 2010, é importante porque vem em um momento em que a economia brasileira mostra sinais claros de desaceleração.

- Acreditamos que o consumidor, que esteve cauteloso num primeiro momento, mantenha o costume de presentear seus familiares e amigos fazendo suas compras na véspera da Páscoa, movimentando todo o varejo, em especial o setor de alimentos.

A projeção está atribuída a perspectiva de crescimento nas vendas em torno de 8%, o dobro do registrado entre 2009 e 2010. O bom momento é resultado da queda nos preços de produtos com alta demanda nessa época do ano, em virtude da valorização do real frente ao dólar, e da manutenção do bom ritmo de vendas no comércio.

Fonte: R7, www.r7.com