Oferta de crédito ao consumidor dimuniu

Crescimento no endividamento das famílias ajudará na queda prevista para 2010

A oferta de crédito ao consumidor tende a diminuir entre o primeiro e o segundo trimestre de 2010, segundo indicador de perspectiva divulgado nesta segunda-feira (4) pela Serasa Experian.

Os analistas apontam o crescimento do endividamento das famílias ao longo do segundo semestre de 2009 como o responsável pela queda. Para balancear a desaceleração que deve ocorrer nos próximos meses, as operações de crédito imobiliário com recursos da poupança e FGTS deverão ter destaque neste ano.

O Indicador Serasa Experian de Perspectiva de Crédito ao Consumidor recuou 1% em novembro de 2009, tendo atingido o valor de 103,9. O resultado ainda está acima do nível 100, o que ainda é considerado estável. Na modalidade direcionada às empresas, o indicador apontou também estabilidade para 2010, tendo registrado o nível de 99,3 pontos em novembro do ano passado – mesmo resultado do mês anterior.

O resultado é decorrente do processo de normalização do ritmo de concessões reais de crédito às empresas – que são os empréstimos mensais sem a inflação calculada pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo). O objetivo dos indicadores da Serasa é antecipar em seis meses como estará a atividade econômica, as concessões de crédito ao consumidor e às empresas, a inadimplência, a crise, recuperação e reversão da economia.

Fonte: R7, www.r7.com