Setor público brasileiro tem superavit primário recorde

O resultado foi impulsionado por receitas levantadas pelo Tesouro com a operação de capitalização da Petrobras.

O setor público consolidado brasileiro registrou superavit primário de R$ 27,8 bilhões em setembro, maior valor da série histórica iniciada em dezembro de 2001. O resultado foi impulsionado por receitas levantadas pelo Tesouro com a operação de capitalização da Petrobras.

"O superavit do governo central foi influenciado pelo recebimento de receitas da cessão onerosa pela exploração de petróleo, pagas pela Petrobras, em montante superior às despesas com a capitalização da empresa", disse o BC em nota.

Com a forte arrecadação atípica, a economia feita pelo governo superou o volume de juros apropriados no mês e o país registrou um superávit nominal de R$ 11,782 bilhões.

A dívida pública líquida recuou a 41% do Produto Interno Bruto (PIB) no mês passado, frente a 41,4% do PIB em agosto.

O resultado primário veio um pouco abaixo da estimativa de um saldo positivo de R$ 29,75 bilhões levantada por sondagem Reuters junto a 12 analistas.

Fonte: UOL