Sine expede quase 5 mil carteiras de trabalho digitais no Piauí

Sine expede quase 5 mil carteiras de trabalho digitais no Piauí

Desde setembro, o Sine passou a emitir a Carteira de Trabalho Digital, somando-se às emissões realizadas pelo Ministério do Trabalho e Emprego no Piauí

O Sistema Nacional de Emprego do Piauí (Sine Piauí) tem contribuído, desde setembro deste ano, com a emissão da nova Carteira de Trabalho Digital, a fim de ampliar o número de cidadãos assistidos no estado do Piauí, trabalho antes realizado apenas pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Em dois meses, o Sine já atendeu mais de 4.680 pessoas, somando-se às 23.688 carteiras de trabalho emitidas pelo MTE, até 31 de outubro deste ano.

Nos três postos do Sine situados na capital, localizados na região centro-sul (sede) e no espaço cidadão, são emitidas, em cada um,150 carteiras por semana, já o posto do Dirceu emite 90 carteiras, totalizando 390 carteiras de trabalho digital por semana. No posto do MTE, a média é de 750 carteiras semanais.

Para o gerente de intermediação do Sine/PI, André Cortez, a iniciativa visa atingir melhorias no atendimento ao público e também alcançar um número maior de pessoas, que procuram por tais serviços.

“É pensando na qualidade do atendimento e buscando atingir o maior número de pessoas que estamos planejando a instalação de mais um posto, até março de 2015, e este, devido à grande demanda, será no bairro Parque Piauí”, revela o gerente do Sine/PI.

A mudança da carteira de trabalho tradicional para a digital se deu a partir do projeto de modernização dos serviços prestados aos cidadãos, a fim de evitar fraudes na previdência social e ainda dar mais segurança nas informações referentes ao trabalhador.

“Um dos objetivos da emissão da carteira de trabalho digital é, principalmente, evitar fraudes na previdência social, por já conter as informações básicas do trabalhador, dando assim mais segurança na identificação do cidadão.

Na nova carteira, já se adquire o número do PIS/PASEP, além de conter informações adicionais, como fotos tiradas por nós mesmos, estado civil, a digital do solicitante e até o número da via da carteira”, afirma André Cortez.

A nova carteira de trabalho possui material mais resistente e dados que podem ser cruzados on-line com informações do cidadão presentes no banco de dados do Governo Federal.

É adquirida de maneira gratuita e está sendo implementada gradativamente em todo o território nacional. A entrega é feita em até 15 dias após a solicitação.

Antiga carteira de trabalho permanece válida

O gerente do Sine, André Cortez, informa que a carteira de trabalho digital, que deve se tornar documento único do trabalhador, pode ser feita por todos os cidadãos. No entanto, quem já possui a antiga carteira não é obrigado emitir a nova.

"A prioridade é atender quem nunca emitiu a carteira de trabalho e também quem necessita adquirir outras vias deste documento. Mas o cidadão que quer adquirir a nova carteira também pode fazer a renovação. Não impedimos ninguém, mas nesse caso não é obrigatório", garante o gerente.

O Sine Piauí atende no horário de 7h30 às 13h30, com distribuição de senhas para o atendimento. Os documentos necessários para a emissão da Carteira de Trabalho Digital é o RG, CPF, comprovante de residência e certificado de reservista (para homens).

Em caso de perda ou roubo, é necessário apresentar o boletim de ocorrência e o histórico de emissão de carteira de trabalho, solicitado na agência da Previdência Social.

Clique e curta o Portal Meio Norte no Facebook

 

Fonte: Márcia Gabriele