Sine seleciona trabalhadores para atuarem em empresa alimentícia

Candidatos devem chegar cedo para retirar a carta de encaminhamento

Por meio do Sistema Nacional de Emprego do Piauí (Sine-PI), a Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo (Setre) realizará uma seleção para contratar trabalhadores para atuar em uma das  maiores redes de alimentação do Brasil. São 25 vagas abertas para o cargo de atendente e os candidatos não precisam ter experiência na área.

O processo seletivo será realizado nesta quarta (26) e quinta-feira (27), às 14h, no auditório da unidade central do Sine, localizada na Avenida José dos Santos e Silva.

Os requisitos mínimos são Ensino Médio incompleto, vontade de aprender e possuir disponibilidade de horário. Os selecionados irão atuar na nova franquia que se instalará, em breve, no Centro.

Segundo o gerente de Intermediação de Mão de Obra do Sine, Rafael Torres, os candidatos devem chegar cedo para retirar a carta de encaminhamento.

"Serão apenas 150 cartas para essa seleção. Iremos dividi-los em duas turmas, sendo 75 pessoas atendidas no dia 26 e outras 75 no dia 27, portanto, o ideal é que, quem puder, venha ainda hoje", alerta.

A carta de encaminhamento é quesito obrigatório em todas as seleções e pode ser retirada no próprio Sine. Além da carta, todos os interessados devem estar cadastrados no sistema e ter em mãos a Carteira de Identidade (RG), Carteira de Trabalho (CTPS), Cadastro de Pessoa Física (CPF), certificados de qualificação (se houver), comprovante de escolaridade, comprovante de residência e perfil profissional com foto.

Essa será a segunda seleção realizada no mês de agosto pelo Sine para pessoas sem experiência. "Todos aqueles que pretendem ingressar no mercado de trabalho devem estar atentos às novas oportunidades que o Sine está disponibilizando.

Viemos nos esforçando bastante para achar vagas para esse público, que precisa de mais portas abertas para iniciar a sua vida profissional", atenta o secretário do Trabalho e Empreendedorismo, Gessivaldo Isaías.
Fonte: Jornal Meio Norte