Supermercados reduzem preços e mudam ranking em Teresina, diz Jornal Meio Norte

Supermercados reduzem preços e mudam ranking em Teresina, diz Jornal Meio Norte

Os dois estabelecimentos com cestas mais baratas para o consumidor mantêm diferença pequena, após diminuírem valores dos produtos

Na checagem da pesquisa percebeu-se que dois dos quatro estabelecimentos diminuíram os seus totais em comparação com o início da semana.

Um deles foi o Extra, que voltou para a primeira posição com um total de R$ 186,03 e variação percentual no valor de -4,12%, o que representa uma economia de R$ 7,99 em relação à soma dos mesmos itens pesquisados no início da semana.

O Comercial Carvalho também subiu para o segundo lugar com uma soma de R$ 189,93 e uma diminuição de R$6,59 na cesta, o que leva à variação percentual no valor de -3,35%. Já o terceiro lugar ficou com o Hiper Bompreço.

O total encontrado nesta cesta foi de R$ 194,96. Em relação à variação percentual, o estabelecimento fecha esta auditoria com o índice 1,43%, o que significa R$ 2,74 a mais na soma dos itens checados.

Por fim, o Pão de Açúcar se mantém em último lugar. Nesta auditoria ele alcançou um total de R$ 218,92 e R$ 12,73 a mais que o valor encontrado no começo da semana, resultando na maior variação percentual (6,17%). Enquanto a diferença entre os dois primeiros no ranking foi de apenas R$ 3,90, a diferença entre o primeiro e último lugar ficou no valor de R$ 32.89.

ATACADOS - Todos os atacadistas apresentaram variação de preço nos produtos checados na auditoria, só que em alguns deles a variação foi negativa, reduzindo o valor da soma final.

Com isso, o ranking de mais vantajosos sofreu algumas modificações. Quem ocupa a primeira colocação é o Atacadão, que teve soma dos produtos de R$ 56,92 e variação de -0,58%, que corresponde a menos R$ 0,33 na soma do valor dos produtos pesquisados no início da semana.

O Makro, que ocupava a terceira posição na pesquisa, ficou em segundo lugar. Com soma final de R$ 57,97, ele apresentou uma variação de -0,02%, ou seja, R$ 0,01 a menos que o resultado da soma encontrado na segunda.

A terceira posição é ocupada pelo Maxxi, que teve valor da soma de R$ 58,08 e uma variação de preços de 0,90%, que representa R$ 0,52 a mais que o valor encontrado no início da semana.

Na última colocação e com soma final dos produtos checados de R$ 59,22, o Carvalho se apresentou como o Atacadista mais caro para o consumidor, já que o seu valor da soma é o mais alto entre os estabelecimentos. A variação percentual deste atacadista foi de 3,12%, ou seja, mais R$ 1,79 no valor dos produtos na checagem.




Clique e Curta Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Rhauan Macedo e Aline Damasceno