Supermercados registram novo aumento de preços na checagem feita pelo JMN

Supermercados registram novo aumento de preços na checagem feita pelo JMN

Todas as semanas, o consumidor já se acostumou a ter sempre as quartas-feiras a pesquisa de preços realizada nos supermercados e atacadões

A checagem de preços em dias alternados já é uma prática nova a ser incorporada à pesquisa durante todas as semanas, já que, como missão, o Jornal Meio Norte preza pelo interesse de servir aos leitores e ajudar com que as famílias tenham ferramentas eficazes para garantir a economia e a terem uma melhor cultura em relação às compras que realizam.

Todas as semanas o consumidor já se acostumou a ter sempre as quartas-feiras a pesquisa de preços realizada nos supermercados e atacadões e a checagem de alguns itens da lista para verificar se os preços só estão mais baixos nos dias em que o levantamento de dados é realizado.

No início desta semana, as carnes que já fazem parte da lista de produtos não foram encontradas em todos os estabelecimentos, fato que impossibilitou que estes itens entrassem nessa pesquisa realizada nos dias 11 e 12 de setembro, quarta e quinta-feira.

Por conta disso, neste levantamento usamos alguns itens de limpeza para integrar a aferição. A checagem de preços realizada no fim da semana calcula ainda o índice de aumento para cada estabelecimento pesquisado.

Nesta semana três dos quatro supermercados avaliados registraram um aumento nos preços. Sendo que o Hiper Bompreço ocupou a primeira colocação como o mais vantajoso para o consumidor dos estabelecimentos pesquisados.

O valor total da cesta mais vantajosa foi de R$ 90,41. O Bompreço garantiu ainda o primeiro lugar com registro de queda nos preços aferidos no início da semana de - 2,03%.

Em segundo lugar, com o total mais vantajoso para a lista de itens, está o Extra, com total de R$ 92,24. Apesar disso, o Extra obteve o terceiro maior aumento percentual de aumento R$ 2,08%. O Supermercado Carvalho ficou em terceiro lugar em economia para o total de itens pesquisados de R$ 95,30.

O Carvalho obteve um índice de variação de 1,71%, seguido do Pão de Açúcar, que ocupou a última colocação com o que apresentou total mais caro R$ 101,57 e ainda com percentual de variação mais alto registrado nesta semana de 3,99%.

Na auditoria desta semana, alguns pontos chamam a atenção: depois de ter conseguido uma reação ? pulando do terceiro para o segundo lugar na soma da pesquisa ? o Maxxi apresentou um aumento de mais de 14% na lista dos 14 produtos escolhidos dentro do levantamento da segunda feira. Com isso, acabou ficando em último lugar na auditoria dos preços, feita ontem.

Um dos itens determinantes para esse resultado foi o arroz tipo 1 (5 kg) da marca Biju. Na segunda feira, o produto era comercializado por R$ 7,15 (comprando a partir de seis pacotes), e ontem o mesmo produto era oferecido, de acordo com o preço informado na prateleira, por R$ 11,52.

O Carvalho Mercadão, por sua vez, manteve os preços de todos os itens considerados na auditoria, desempenho que rendeu ao atacadista da Avenida Presidente Kennedy o segundo lugar. Já o Makro mostrou um sobe e desce intenso nos preços, alcançando a segunda posição.


Supermercados registram novo aumento de preços na checagem feita pelo Jornal Meio Norte

Supermercados registram novo aumento de preços na checagem feita pelo Jornal Meio Norte

Supermercados registram novo aumento de preços na checagem feita pelo Jornal Meio Norte

Supermercados registram novo aumento de preços na checagem feita pelo Jornal Meio Norte

Supermercados registram novo aumento de preços na checagem feita pelo Jornal Meio Norte

Fonte: Marcilany Rodrigues e Dowglas Lima