Suspensas propaganda de medicamentos abortivos, diz Anvisa

Suspensas propaganda de medicamentos abortivos, diz Anvisa

De acordo com a resolução, a suspensão da publicidade se faz como medida cautelar.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou nesta segunda-feira, no Diário Oficial da União, determina a suspensão em todo o país das propagandas irregulares dos medicamentos à base de misoprostol não registrados na Anvisa. O misoprostol é uma das principais substâncias usadas para provocar o aborto.

De acordo com a resolução, a suspensão da publicidade se faz como medida cautelar em razão de a divulgação incentivar a banalização do uso do medicamento, cuja utilização deve ser feita sob orientação e prescrição médica.

Fonte: Terra