TAM repassa custo e sobe em 5% preço da passagem

Elevação de tarifas da Infraero e do barril de petróleo motiva aumentos

O aumento de custos das companhias aéreas já chegou ao bolso dos consumidores da TAM. Em fevereiro, os preços das passagens da empresa subiram até 5% em relação aos valores praticados em janeiro, informou nesta segunda-feira o presidente da TAM, Líbano Barroso, em teleconferência para divulgação de resultados do quarto trimestre.

O motivo da alta em fevereiro foi o aumento dos custos com combustível, decorrente da elevação dos preços do petróleo, e do retorno dos passageiros que viajam a trabalho, público com mais disposição a gastar para voar nos melhores horários.

A tendência é que os preços continuem a subir. Em março, entrará em vigor uma tabela com valores reajustados das tarifas aeroportuárias recolhidas pela Infraero. A TAM estima que essa elevação da taxas vai gerar um impacto entre R$ 45 milhões e R$ 50 milhões no seu lucro operacional, a mesma projeção anunciada pela Gol na semana passada.

Horários piores, preços melhores

O presidente da TAM ressaltou que os passageiros que viajam a lazer e aceitam voar em horários menos concorridos, como os voos que partem entre 11h e 16h, ainda vão encontrar passagens baratas. ?Vamos continuar a oferecer tarifas competitivas em relação ao ônibus fora do horário de pico?, diz Barroso. Já os passageiros que decolam no início da manhã e no fim do dia, voos em geral ocupados por pessoas que viajam a trabalho, terão que pagar preços maiores.

Com esta estratégia, a TAM planeja uma expansão entre 15% e 18% em 2011. A companhia encerrou o ano passado com 151 aeronaves e receberá mais cinco modelos neste ano. Até 2015, a empresa pretende operar com uma frota de 182 aeronaves.

Além destas aeronaves que serão entregues está 2015, a companhia anunciou nesta segunda um investimento de US$ 3,2 bilhões na compra de 34 novos modelos, que serão entregues a partir de 2016.

Fonte: IG