Tarifas aéreas devem subir até 20% em 2010

Companhia Aérea Azul prevê tarifas aéreas mais altas em 2010

 O mercado de aviação deverá passar por um realinhamento de preços em 2010, projetou nesta segunda-feira o presidente da Azul Linhas Aéreas, Pedro Janot. Segundo o executivo, as passagens ficarão de 10% a 20% mais caras, depois de terem registrado neste ano o patamar mais baixo desde 2002, se forem eliminados os efeitos da inflação.

Janot lembrou que os preços mais baixos foram influenciados pela guerra tarifária entre TAM e Gol, que disputam a liderança do mercado doméstico, por um crescimento menor do mercado consumidor, e pelo estabelecimento de novas companhias.

"Descontado o efeito da inflação, a tarifa média em 2009 foi 40% menor do que a verificada em 2002", afirmou o executivo, que celebrou hoje os 2 milhões de passageiros transportados pela Azul, desde o fim do ano passado. Em relação ao mercado, Janot disse esperar uma expansão de 12% a 15% em 2010. Este ano, o incremento deve ficar em torno dos 10%, acrescentou.

Sobre o desempenho da Azul, que tem cerca de 5% de participação no mercado, Janot estimou que a companhia somará 4 milhões de passageiros transportados em 2010, e dobrará o movimento no ano seguinte. Atualmente, a empresa opera com 14 aeronaves. O horizonte futuro aponta que essa frota chegará a 56 aviões em 2013, e 78 em 2016. Fazer voos internacionais está nos planos da Azul, mas a prioridade, por ora, é se fortalecer no mercado doméstico.

"Creio que isso possa acontecer, em no máximo, cinco anos", observou. Pedro Janot informou ainda que a empresa planeja fazer uma oferta pública inicial de ações em 2011 ou 2012. A abertura de capital dependeria da aprovação, no Congresso, de lei que amplia o limite de capital estrangeiro em empresas aéreas no país de 20% para 49%. "Esse momento está chegando", destacou.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br