Taxa de desemprego fica estável pelo 3º mês, em 10%, diz Dieese

Contingente de desempregados foi estimado em 2,405 milhões de pessoas.

A taxa de desemprego nas sete regiões pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) e pela Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade) ficou praticamente estável em junho, em 10,7%, de acordo com os dados divulgados nesta quarta-feira (25). Em maio, a taxa fora de 10,6%. Em junho de 2011, estava em 10,9%.

O contingente de desempregados no conjunto das sete regiões onde a pesquisa é realizada foi estimado em 2,405 milhões de pessoas, 23 mil a mais do que no mês anterior. De acordo com o Dieese, a taxa de desemprego total mostrou queda apenas em Recife e ficou relativamente estável em Belo Horizonte, no Distrito Federal, em Fortaleza e em Porto Alegre. Já em Salvador e São Paulo, mostrou alta.

Já o total de ocupados, nas sete regiões investigadas, foi estimado em 20,079 milhões de pessoas e a População Economicamente Ativa, em 22,484 milhões.

Quanto ao contingente de assalariados, o número ficou relativamente estável em junho (-0,2%). No setor privado, houve recuos na quantidade de empregados com e sem carteira de trabalho assinada (-0,6% e -0,5%, respectivamente). Já o número de autônomos cresceu 2,0%, de empregados domésticos, 1,8%, e dos classificados nas demais posições ocupacionais, 1,4%.

Fonte: G1