Taxa de desemprego no BR cai a 10,1% em outubro, revela Dieese

Segundo a pesquisa, após seis meses em relativa estabilidade, é possível considerar que, em outubro, a taxa de desemprego total diminuiu.

A taxa média de desemprego ficou em 10,1% em outubro, após registrar 10,6% em setembro, nas sete regiões pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), em parceria com a Fundação Seade, de acordo com a Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED), divulgada nesta quarta-feira (30).



Segundo a pesquisa, após seis meses em relativa estabilidade, é possível considerar que, em outubro, a taxa de desemprego total diminuiu.

No conjunto das sete regiões (Distrito Federal e regiões metropolitanas de Belo Horizonte, Fortaleza, Porto Alegre, Recife, Salvador e São Paulo), o total de desempregados foi estimado em 2,240 milhões pessoas, 122 mil a menos em relação no mês anterior.

Em setembro (a defasagem é de um mês), no conjunto das regiões pesquisadas, os rendimentos médios reais de ocupados e assalariados variaram 1% e 1,8%, respectivamente, em R$ R$ 1.387 e R$ 1.445.

Na análise regional, o salário médio real dos ocupados aumentou em Recife (2,3%, passando a valer R$ 1.025), Belo Horizonte (2,2%, ou R$ 1.391), Fortaleza (1,6%, ou R$ 932), São Paulo (1,0%, ou R$ 1.485), Distrito Federal (0,9%, ou R$ 2.116) e Porto Alegre (0,5%, ou R$ 1.445). Apenas em Salvador foi registrada queda (1,4%, ou R$ 1.001).

Fonte: G1