Tigela rara de porcelana chinesa é arrematada por US$ 27 milhões

A tigela verde em forma de flor data da dinastia dos Song do Norte (960-1127) é uma cerâmica "Ru"

Uma tigela rara de porcelana fabricada na China há quase mil anos em um forno imperial foi leiloada nesta quarta-feira (4) por aproximadamente US$ 27 milhões, ao fim de uma disputa em Hong Kong, que ressalta o dinamismo do mercado da arte asiático.



A tigela verde em forma de flor data da dinastia dos Song do Norte (960-1127) é uma cerâmica "Ru", nome de um dos cinco fornos que operava na época.

Avaliada em 80 milhões de Hong Kong (HKD), ou quase US$ 10 milhões, foi leiloada pela Sotheby"s por 208 milhões HKD. O comprador permaneceu no anomimato.

O valor representa um novo recorde para uma peça de cerâmica da dinastia Song do Norte, que pertencia até agora a um jarro Guan, vendido por 67,52 milhões de HKD em 2008.

De acordo com Nicolas Chow, oito compradores do mundo inteiro, mas sobretudo da Ásia, travaram uma disputa de 15 minutos pela peça.

De cor azul puxada para o verde ou cinza lavanda imitando o jade, as cerâmicas "Ru" são as mais escassas na China.

"Sua cor lembra o azul do céu depois da chuva", escreveu o erudito Gao Shiqi, conselheiro do imperador Kangxi (1662-1722).

Especialistas acreditam que restam 79 peças intactas no mundo, praticamente todas em museus.

Apenas seis "Ru" estão em coleções privadas, entre elas a tigela "para lavar pincéis" leiloada nesta quarta-feira, que tem diâmetro equivalente a disco de DVD.

Fonte: G1